INÍCIO

quinta-feira, 6 de junho de 2013

FALSO BRILHANTE - Elis Regina (1976)


(FOTO: Reprodução/Internet)
Bem, comum na obra de Elis era lançar novos compositores a cada novo disco. Em Falso Brilhante gravou duas canções do cearense Belchior, que, seguramente a partir daí, passou a cantá-las, as duas, Como Nossos Pais e Velha Roupa Colorida, em todos seus shows.  Ela já havia gravado, antes, em 1972, Mucuripe, parceria dele com Fagner. E também, mais tarde, em 1979, outra dos dois, Noves Fora. Porém aqui, imortalizou as composições definitivamente e lançou o talentoso Belchior para o Brasil todo. Principalmente Como Nossos Pais, música pedida pelo público até hoje, onde quer que haja um músico na noite, cantando, e em qualquer parte desse nosso grande país. Tem também três canções de João Bosco e Aldir Blanc, dois de seus compositores preferidos. E Thomas Roth (a linda Quero), Chico Buarque (Tatuagem), Violeta Parra (Gracias a la Vida) e uma versão em português da belíssima Fascination (Fascinação, por Armando Louzada) que parece ter se tornado a definitiva na língua.
Bem, no mais, Falso Brilhante, grande disco, parece se tornar ainda maior quanto mais o tempo passa. Então, é preparar os ouvidos e degustar! 

Destaco a Canção "Como nossos pais"


BAIXE O CD CLICANDO NA CAPA

Nenhum comentário:

Postar um comentário